Estrutura e composição florística da comunidade lenhosa do sub-bosque em uma floresta Tropical no Brasil

Lucas Costa Monteiro Lopes, Eduardo Mariano-Neto, André Márcio Amorim

Resumo


O presente estudo objetivou caracterizar a comunidade lenhosa do sub-bosque, em áreas da Reserva Biológica de Una, com a finalidade de quantificar a diversidade local e identificar a composição de espécies e de grupos funcionais. Foram implementadas 10 parcelas 2x100 m em florestas que aparentemente não apresentam recente pertubação intensa. Dentro das parcelas, todos os indivíduos lenhosos com no mínimo 1,3 m de altura e com até 10 cm de diâmetro a altura do peito (DAP) foram amostrados. Foram encontrados 2.577 indivíduos distribuídos em 449 espécies e 61 famílias. As espécies mais abundantes foram Paypayrola blanchetiana (146), Eugenia itapemirimensis (84), Rinorea guianensis (84) e Tovomita choisyana (80). As famílias com maior riqueza de espécies foram Myrtaceae (75), Rubiaceae (41) e Fabaceae (33), no entanto em relação à abundância de indivíduos, as mais representativas foram Myrtaceae (479), Violaceae (231) e Rubiaceae (204). Quanto às formas de vida, as árvores apresentaram superior riqueza de espécies, seguidas pelos arbustos, arvoretas e lianas. As plantas tolerantes a sombra tiveram maior quantidade de espécies quando comparado as intolerantes a sombra. A área apresentou padrão J invertido para distribuição dos indivíduos por classe de DAP, relação tronco/indivíduo de 1,02, índice de diversidade 5,32 e equabilidade de 0,87. A floresta estudada é considerada de estágio avançado de regeneração e com elevada diversidade de táxons.

 

(Structure and floristic composition of wood community of understory in the Tropical forest in Brazil). The present study aimed to characterize the wood community of understory in Una Biological Reserve, with purpose to quantify local diversity and identify the composition of species and functional groups. Were implement 10 plots of 2X100m in forests that apparentely did not have recent disturbance. Inside the plots, all woods individuals with are least 1,3m of tall and with up 10cm in diameter the high breast (DBH) were sampled. Were found 2.577 individuals, 449 species and 61 families. The most abundance species were Paypayrola blanchetiana (146), Eugenia itapemirimensis (84), Rinorea guianensis (84) and Tovomita choisyana (80) and the familes with higher species richness were Myrtaceae (75), Rubiaceae (41) and Fabaceae (33). However in relation to the abundance of individuals, the most representative familes were Myrtaceae (479), Violaceae (231) and Rubiaceae (204). As life forms, the trees had higher species richness, followed by shrubs, treellets and lianas. Shade tolerant plants had higher number of species compared to the shade intolerant. The area showed reverse J pattern for distribution of individuals by class of DAP, trunk/individual rate of 1,02, diversity index of 5,32 and evenness of  0,87. The patches of forest studied are considered an advanced stage of regeneration and high diversity of taxa.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.